POLÍTICA DE COOKIES

A Land Rover gostaria de utilizar cookies próprias e de terceiros para analisar os nossos serviços e apresentar-lhe conteúdos publicitários personalizados criados a partir de um perfil derivado das suas preferências de navegação. Se continua a sua navegação, consideramos que aceita a sua utilização. Poderá configurar ou bloquear a utilização de cookies ou obter mais informação na nossa Política de Cookies.

ATUALIZAÇÃO DO NAVEGADOR

Detetámos que não está a utilizar a versão mais recente do seu navegador. Ao atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer, poderá ver e utilizar este site da forma que pretendemos e toda a sua navegação na Internet será mais segura, uma vez que esta atualização inclui os padrões de segurança mais recentes.

QUANDO SE CRIA UM VEÍCULO REVOLUCIONÁRIO, O QUE MAIS SE PODE FAZER?
UMA GARAGEM À SUA ALTURA.

O primeiro passo de todos foi procurar uma pessoa que soubesse dar continuidade à linguagem de design do Novo Range Rover Velar.
E encontrámos: Erico Navazo, um multipremiado designer de interiores com a mesma paixão pelo design que temos na Land Rover.

“A parte mais importante foi a escolha dos materiais. Tinham de ser tão duros como a natureza e o próprio Velar.”

ERICO NAVAZO

A PESQUISA DOS MATERIAIS, UMA ESCOLHA TODO-O-TERRENO.

O Range Rover Velar chama a atenção pelo seu design, mas não nos podemos esquecer de que é um verdadeiro Land Rover. Ou seja, tem capacidade todo-o-terreno de sobra para enfrentar qualquer desafio de condução, em qualquer terreno.

Foi por isso que Erico escolheu o mármore e a pedra vulcânica como protagonistas da Garagem do Velar. Ambos os materiais são duros e resistentes, ambos podem ser tratados para que se tornem mais sofisticados e elegantes, mas nunca perdem a sua força.

/
A GARAGEM DO VELAR

“TEMOS DE ESQUECER O QUE É ACESSÓRIO E SUPERFICIAL.”

ERICO NAVAZO

DESIGN, ENGENHARIA E REDUCIONISMO.

Erico baseou-se na filosofia em que se apoiaram os nossos engenheiros quando criaram o Range Rover Velar: o reducionismo.
Isto significa que localizou todos os elementos que não faziam falta e, depois, eliminou-os.
Só com linhas puras e simples, só com os melhores materiais, foi possível chegar a esta peça de design.