POLÍTICA DE COOKIES

A Land Rover gostaria de utilizar cookies próprias e de terceiros para analisar os nossos serviços e apresentar-lhe conteúdos publicitários personalizados criados a partir de um perfil derivado das suas preferências de navegação. Se continua a sua navegação, consideramos que aceita a sua utilização. Poderá configurar ou bloquear a utilização de cookies ou obter mais informação na nossa Política de Cookies.

ATUALIZAÇÃO DO NAVEGADOR

Detetámos que não está a utilizar a versão mais recente do seu navegador. Ao atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer, poderá ver e utilizar este site da forma que pretendemos e toda a sua navegação na Internet será mais segura, uma vez que esta atualização inclui os padrões de segurança mais recentes.

DEVO COMPRAR UM LAND ROVER A DIESEL?

Existem muitas dúvidas em torno do diesel. Por isso, a Land Rover está aqui para responder às suas perguntas e encontrar o veículo perfeito para si.

Se se estiver a questionar se deve comprar um Land Rover a diesel, deverá pensar no tipo de viagens que faz normalmente. Caso pretenda deslocar-se regularmente entre casa e trabalho, acumular muitos quilómetros em autoestrada ou rebocar uma caravana ou um atrelado, então um Land Rover a diesel é provavelmente a melhor opção.

Se conduzir maioritariamente distâncias pequenas, deve considerar veículos Land Rover a gasolina, elétricos ou híbridos. Tomar a decisão certa permite-lhe poupar dinheiro.

Um novo motor diesel Euro 6 pode ser a opção mais adequada se percorrer mais de 19.000 km por ano, uma vez que, dependendo do tipo de viagens que fizer, pode ser mais económico e ecológico do que um veículo a gasolina.

Um veículo a diesel não é ideal para viagens curtas, pois pode não ser totalmente eficiente. O filtro de partículas diesel (DPF) não aquece o suficiente, o que significa que não consegue limpar as partículas recolhidas. Deste modo, o filtro pode ficar obstruído e reduzir a potência do veículo. Saiba mais sobre os filtros DPF.

Os novos motores diesel Euro 6 são os mais limpos de sempre, e os nossos estão em conformidade com as últimas normas Euro 6, pelo que os pode conduzir por toda a Europa.

Descubra se um veículo a gasolina, novo diesel, elétrico ou híbrido é o mais adequado para si.

Posso conduzir o meu veículo diesel numa zona de emissões reduzidas?

Pode conduzir qualquer veículo diesel fabricado após o dia 1 de setembro de 2015 em todas as zonas de emissões reduzidas, sem que lhe seja cobrada qualquer taxa. No entanto, podem ser cobradas taxas a veículos diesel mais antigos, ou até ser proibida a sua entrada nos centros de algumas cidades.

Existem mais de 200 zonas de emissões reduzidas em cidades por toda a Europa. Eis o que precisa de saber sobre algumas das mais significativas:

LONDRES – Os veículos a gasolina ou diesel registados antes de 2006 que cumpram as normas Euro 4 de NOx têm de pagar uma Taxa de Toxicidade, também conhecida como T-Charge em Londres. Isto implica uma taxa adicional de 10 £ sempre que entrar na atual zona de Taxa de Congestionamento. A partir de abril de 2019, a nova Zona de Emissões Ultra Reduzidas (ULEZ) irá substituir a T-Charge por regras mais rigorosas, o que significa que os condutores que não conduzem veículos diesel Euro 6 ou a gasolina Euro 4 terão de pagar mais 12,50 £ para circular em algumas zonas de Londres. Em 2020, o Presidente da Câmara de Londres planeia aumentar esta zona até às estradas Circular Norte e Sul.

Outras cidades do Reino Unido tencionam introduzir as suas próprias zonas de emissões reduzidas, com Birmingham, Leeds, Southampton, Manchester e Bristol a proporem a criação de zonas semelhantes nos próximos anos.

PARIS – Se o registo do seu veículo a gasolina ou diesel for anterior a 1997, não terá autorização para entrar na cidade com o veículo entre as 08:00 e as 20:00 em dias úteis. Os veículos mais recentes são classificados com base nas suas emissões, sendo-lhes atribuído um de seis autocolantes coloridos para o para-brisas que lhes concedem o acesso à cidade. Quanto mais reduzidas forem as emissões, mais serão os benefícios que pode obter, incluindo o acesso a melhores lugares de estacionamento.

MADRID – Existem cinco cenários, em função do nível de poluição e sua frequência, e os veículos são classificados por etiquetas. Os veículos com etiqueta Cero (zero) podem circular na M-30, no seu interior e em toda a cidade. Poderão ainda estacionar na zona SER em qualquer cenário à exceção do 5. Os veículos com etiqueta C podem circular na M-30 e seu interior, em Madrid nos cenários 1, 2, 3 e 4, e estacionar na zona SER no cenário 1. Por último, os veículos com etiqueta B podem circular na M-30 e seu interior nos cenários 1, 2 e 3 e circular em Madrid nos cenários 1, 2, 3 e 4. Além disso, podem estacionar na zona SER no cenário 1.

BARCELONA – Em dias de maior poluição, isto é, quando os valores de NO2 superarem os 200 microgramas em mais de uma estação de medição, só poderão aceder à zona de emissões reduzidas os veículos com etiqueta ambiental.

LISBOA – Foi implementada em 2011 uma Zona de Emissões Reduzidas (ZER), que atualmente é composta por duas áreas geográficas, com restrições nos dias úteis das 7h às 21h. Na Zona 1 (Eixo Avenida da Liberdade/Baixa), podem apenas circular veículos posteriores a 2000, isto é, que respeitem as normas de emissão Euro 3. Na Zona 2 (que, limitada a sul pela Avenida de Ceuta, engloba o Eixo Norte-Sul e as Avenidas das Forças Armadas, EUA, Marechal António Spínola e Infante Dom Henrique) apenas circulam veículos posteriores a 1996, ou seja, que respeitem as normas de emissão Euro 2.

Que outros custos existem para os Land Rover diesel?

No que diz respeito ao funcionamento de um novo veículo diesel, o custo relativamente baixo de abastecer o veículo com AdBlue, também conhecido como Fluido de Escape Diesel (DEF), é digno de nota. O AdBlue/DEF é um líquido injetado nos gases de escape para reduzir as emissões de óxido de azoto (NOx). Quando o AdBlue/DEF se mistura com o gás quente, proporciona a química certa para um catalisador final transformar o NOx em azoto e água (ambos naturalmente presentes no ar), que são mais ecológicos.

Se for proprietário de um Land Rover, o veículo irá informá-lo automaticamente quando for necessário abastecer com AdBlue. No ecrã do veículo, será indicado quando o DEF se encontrar num nível em que é aconselhável reabastecer. Em seguida, será apresentada uma segunda mensagem com um ícone âmbar que avisará que deve reabastecer o depósito do DEF e quantos litros deverão ser adicionados. A terceira mensagem inicia uma contagem decrescente da distância restante até o depósito do DEF ficar vazio. Quando estiver vazio, o veículo não arrancará.

Se não dispuser de um plano de manutenção, poderá pagar por um reabastecimento no concessionário ou adquirir o DEF/AdBlue num revendedor de peças de automóveis e encher o depósito você mesmo.

Leia o nosso guia do DEF para veículos Land Rover.

Até que ponto é que os veículos diesel são poluentes?

Os novos veículos diesel Euro 6 são muito mais limpos do que nunca devido às normas Euro. Desde 1992, a União Europeia tem restringido as emissões dos veículos para reduzir o monóxido de carbono, os óxidos de azoto, os hidrocarbonetos e as partículas.

Desde a norma Euro 1 até à atual norma Euro 6 (EU6d), os objetivos têm reduzido continuamente, estando atualmente cada veículo fabricado e vendido proibido a exceder os 0,08 g/km de óxido de azoto, em comparação com o limite máximo de 0,18 g/km em 2011 (uma redução de 56%) e de 0,97 g/km em 1993.

Todos os nossos veículos estão equipados com um filtro de partículas diesel capaz de captar 99% das partículas. Isto significa que as emissões dos novos Land Rover diesel são comparáveis às emissões dos veículos a gasolina, mas com aproximadamente menos 15% de emissões de CO2 e com um consumo de combustível cerca de 25% inferior do que os veículos a gasolina equivalentes, tornando-os mais económicos. Os nossos novos veículos diesel poderão também circular por zonas de emissões reduzidas como, por exemplo, Lisboa, Madrid ou Londres.

O que irá acontecer aos Land Rover diesel?

Agora que a nova tecnologia diesel está tão avançada que permite uma melhoria de cerca de 25% em termos do consumo de combustível e uma redução de aproximadamente 15% das emissões de CO2 em comparação com os veículos a gasolina, é possível argumentar que os novos veículos diesel Euro 6 têm a mesma esperança de vida que os veículos a gasolina. Os motores Euro 6 mais recentes da Land Rover estão entre os motores mais limpos do mundo e cumprem os novos testes regulamentados em laboratório e em condições reais (WLTP e RDE).

Durante algum tempo, os novos veículos diesel e a gasolina serão as opções mais rentáveis, enquanto as infraestruturas para veículos elétricos são construídas pelo mundo.

O futuro da Land Rover é elétrico. A partir de 2020, todos os novos veículos Land Rover terão uma versão eletrificada.

Paralelamente aos nossos planos de eletrificação, continuamos a investir para aperfeiçoar e melhorar os nossos novos motores diesel e a gasolina. Isto porque, a médio prazo, a gasolina ou o novo diesel irão continuar a ser a opção certa para muitas pessoas, e estes motores são necessários para uma transição gradual para um futuro eletrificado.

Existem também outras melhorias aos tradicionais motores a gasolina e novo diesel, com a introdução do a gasolina tradicional e novos motores diesel com a introdução da tecnologia micro-híbrida (MHEV). Pode ler mais informação sobre a tecnologia MHEV do Novo Range Rover Evoque aqui.

Existe também a opção de híbrido plug-in (PHEV) para o Range Rover e o Range Rover Sport. Um PHEV combina um motor convencional com um motor elétrico e uma bateria. É carregado a partir de uma fonte de alimentação externa e, utilizando a travagem regenerativa, seleciona e conjuga o motor a gasolina com o motor elétrico para proporcionar uma performance e eficiência ideais.