POLÍTICA DE COOKIES

A Land Rover gostaria de utilizar cookies para guardar informação no seu computador, para podermos melhorar o nosso site e para que lhe possamos comunicar os produtos e serviços que acreditamos ser do seu interesse. Um desses cookies é essencial para o funcionamento de algumas secções do site e já foi enviado. Pode apagar e bloquear todos os cookies deste site, mas alguns elementos podem não funcionar correctamente. Para informação adicional sobre a publicidade comportamental online ou sobre os cookies que utilizamos e a forma de os eliminar, consulte a nossa política de privacidade. Ao fechar, está a concordar com a utilização de cookies em conformidade com a nossa Política de Cookies.

ATUALIZAÇÃO DO NAVEGADOR

Detetámos que não está a utilizar a versão mais recente do seu navegador. Ao atualizar para a versão mais recente do Internet Explorer, poderá ver e utilizar este site da forma que pretendemos e toda a sua navegação na Internet será mais segura, uma vez que esta atualização inclui os padrões de segurança mais recentes.

A VIAGEM IMPOSSÍVEL

Em 1955, seis estudantes universitários partiram em dois veículos Land Rover numa expedição épica rumo ao desconhecido. O destino foi Singapura e o prémio foi ocuparem um lugar na História. Um dos membros da equipa, Tim Slessor, partilha as suas recordações sobre como surgiu a ideia da viagem.

Foi uma das viagens mais longas por terra: percorrendo meio mundo, do Canal da Mancha até Singapura.

Como éramos estudantes universitários, não tínhamos dinheiro, nem carros, não tínhamos nada.

Como tantas outras coisas nos anos 50 em Cambridge, a ideia surgiu numa noite enquanto fazíamos café numa chaleira. Eu e Adrian Cowell estavámos a tomar uma bebida na sala dele e, nessa altura, ele começou a sonhar alto. E que tal se fizéssemos uma expedição juntos até Singapura de carro? Estás maluco? Talvez. Mas porque não? Afinal de contas, nunca ninguém o fez. Seríamos os primeiros.

Fomos buscar um atlas. Traçámos um percurso aproximado. Calculámos os quilómetros. Conversámos horas a fio durante a noite.

E foi assim que nasceu mais ou menos a expedição, ou mais precisamente, como ela foi concebida.

A equipa foi-se formando quase sem darmos por isso. O primeiro a bordo foi o operador de câmara, Antony Barrington Brown, (mais conhecido por BB). O seguinte foi Henry Nott, secretário do University Motor Club. E depois veio Pat Murphy, navegador e diplomata responsável pela atribuição de vistos.

Depois, tivemos a ideia que recrutar alguém de Oxford: seria lógico que, se tivéssemos alguma vez aqueles dois veículos, poderíamos pintar um de azul claro e outro de azul escuro. A atenção dos mass media daí resultante multiplicaria substancialmente as nossas hipóteses de arranjarmos um patrocínio.

Um grupo foi destacado para o Outro Lugar. E regressaram com Nigel Newbery que seria o nosso "timoneiro" e segundo mecânico. Adrian, que tinha tido a ideia brilhante, era agora o nosso "coordenador do empreendimento" - caixa, contabilista e secretário. Inicialmente por carta e depois com uma visita a Birmingham, concentrou-se em convencer a Rover Company de que éramos capazes de realizar uma viagem o que, de acordo com algumas pessoas, era praticamente impossível.

Mas, como Adrian salientou, se conseguíssemos superar as expectativas e realizar a primeira viagem "por terra até Singapura", então a publicidade que isso traria à Land Rover seria considerável. Alguns dias depois, a Land Rover escrevia dizendo que eles tinham compreendido a lógica da proposta de Adrian. Comemorámos – como se não houvesse amanhã!

© JAGUAR LAND ROVER LIMITED 2019

Jaguar Land Rover Portugal Veículos e Peças Lda., Edifício Escritórios do Tejo, Rua do Polo Sul, n.º 2 – 3.º B-3, Parque das Nações, 1990-273 Lisboa

Os valores disponibilizados resultam de testes realizados pelo fabricante em conformidade com a legislação da UE. O consumo de combustível específico de um veículo pode divergir dos valores obtidos nos testes e os valores servem apenas como termo de comparação.

O WLTP, com o seu equivalente NEDC Correlacionado, é o novo teste oficial da UE utilizado para calcular valores de CO2 e de consumo de combustível normalizados para veículos de passageiros. Mede o consumo de combustível, o consumo de energia, a autonomia e as emissões. Foi concebido para proporcionar valores mais próximos dos obtidos com comportamentos de condução reais. Testa os veículos com equipamento opcional e com um procedimento de teste e um perfil de condução mais rigorosos.